12 abril 2019

Programa quer transformar TCCs em startups

Inscrições para a quinta edição do projeto de empreendedorismo universitário estão abertas

COMPARTILHE:

mimi-thian-737001-unsplash

0

Criado há quatro anos, o programa Academic Working Capital (AWC), do Instituto Tim, tem como proposta incentivar o empreendedorismo universitário, oferecendo oportunidade para que alunos transformem seus trabalhos de conclusão de curso, ou TCCs, em startups. As inscrições para a quinta edição estão abertas e vão até o dia 22 de abril. Os interessados podem se cadastrar neste link.

É possível inscrever ideias e soluções de qualquer área de graduação, mas o foco deve ser em inovação e tecnologia, e os alunos devem estudar em instituições de São Paulo, Rio de Janeiro, Minas Gerais, Distrito Federal, Paraná, Rio Grande do Sul, Santa Catarina, Espírito Santo e Mato Grosso do Sul. Os selecionados terão acesso a mentorias, workshops e acompanhamento técnico. Em dezembro de 2019, apresentarão seus projetos em uma feira de investimentos.

Desde que surgiu, o programa já apoiou mais de 100 projetos. O agro foi representado pela Helidrop, agtech de pulverização agrícola que foi uma das três escolhidas para participar do HackBrazil, disputa que integra a programação do Brazil Conference at Harvard & MIT. Ela concorre com a Aqualuz, startup cujo sistema torna potável a água de poços e cisternas por meio da energia solar, e a NextCam, que evita acidentes em canteiros de obras usando inteligência artificial.

Leia Mais:

Startup japonesa cria robôs que cozinham para clientes de restaurantes

Connected Robotics captou US$ 7,8 milhões em uma rodada de Série A

SAIBA MAIS

AgTech Garage lança seu programa de potencialização de startups

Intensive Connection está com inscrições abertas e busca soluções de agricultura sustentável e familiar, saúde animal e fertilizantes

SAIBA MAIS

AeroFarms capta US$ 100 milhões e reforça a importância da agricultura vertical

Recursos serão usados para expandir a atuação da agtech nos Estados Unidos e em outros países

SAIBA MAIS

O futuro pode transformar micróbios em unicórnios

Com a pressão cada vez maior sobre o tema sustentabilidade, a biotecnologia pode ser uma grande parceira, e o uso de inseticidas botânicos, feromônios, substâncias atraentes e repelentes, serão opções para o manejo de resistência e alternativa ao uso de defensivos químicos.

SAIBA MAIS