Skip to content

17 outubro 2019

Plataforma digital agiliza financiamento da agropecuária

A recém-criada Bolsa Agro CPR estima movimentar R$ 10 milhões apenas no setor de pecuária em 2019; potencial no agronegócio ascende a bilhões

COMPARTILHE:

Edafo Pec, Carlos Pimenta, sócio da Edafo Pec e usuário da Bolsa Agro CPR - Foto 03

0

As tecnologias digitais trazem ganhos de eficiência e segurança em todas as etapas da agropecuária, desde atividades de produção ‘dentro da porteira’, até obtenção de crédito para qualquer tipo de cultura.

É o caso da Bolsa Agro CPR que já emitiu mais de R$ 3 milhões em Cédulas de Produto Rural (CPR) desde maio e prevê alcançar R$ 10 milhões considerando apenas a pecuária até final de 2019. A plataforma on line resulta da parceria entre a Bolsa Brasileira de Mercadorias e a SegesAgro e atende todos requisitos legais para o trâmite.

O serviço também inclui ferramentas digitais de monitoramento sobre aspectos legais das propriedades (como áreas de protegidas como reservas legais) e também as coordenadas do Zarc (Zoneamento Agrícola de Risco Climático), da Embrapa, o que aumenta as garantias dos envolvidos.

Criadas pela Lei 8.929/1994, as CPRs são documentos emitidos pelos próprios produtores com objetivo de financiar suas operações em qualquer tipo de cultura. Quando vendidas no mercado, o dinheiro chega ao produtor, que resgatará a cédula em uma data acordada.

As CPRs são, atualmente, o principal instrumento de financiamento privado no agronegócio brasileiro e se tornaram referência para os demais títulos do setor como LCA´s, CDCA e CRA. Em outras palavras, quem financia adianta o crédito ao produtor e terá o retorno em produtos agrícolas (em caso de barter, por exemplo) ou dinheiro na data do resgate.

Segundo Carlos Pimenta, sócio da Edafo Pec e usuário da Bolsa Agro CPR, o processo de emissão via internet é muito mais rápido que o tradicional feito com papéis físicos, cartórios e outras burocracias, o que estimula os investidores.

“É muito fácil de utilizar. O que levava 20 a 30 dias para ficar pronto, fazemos agora em cinco. Nossa consultoria é especializada no financiamento à pecuária. Esta tecnologia veio para valorizar o nosso trabalho e oferecer oportunidades ágeis, eficazes e seguras aos investidores. Faço isso de dentro da fazenda”, diz.

O site da Bolsa Agro CPR emite a cédula, coleta assinaturas e realiza registros das garantias em cartórios. A automação inclui as câmaras autorizadas pelo Banco Central e Comissão de Valores Mobiliários, transferência de direitos (endosso), liquidação e outros serviços. Tudo em um ambiente digital assegurado e validado juridicamente.

Leia Mais:

cumprimento mãos aperto de mão

“Pontes para Inovação” reúne 20 agtechs finalistas em Piracicaba

Nove das startups finalistas foram vencedoras de desafios de inovação de centros da Embrapa, como o Ideas for Milk, Techstart ou InovaPork

SAIBA MAIS
hub rio verde agtechs reunião

Orchestra, hub de Rio Verde (GO), abre programa de aceleração

Agtechs receberão mentorias, acesso a produtores e indústrias e aportes de até 200 mil reais

SAIBA MAIS
fenasucro canathon

Fenasucro promove hackathon para bioenergia

Tradicional feira do setor promove maratona de desenvolvimento com seleção internacional de participantes

SAIBA MAIS
pessoas auditório olhando

Agtech brasileira participa de Fórum Mundial de Investidores Anjos

Air Drop foi eleita pelo comitê de investimento internacional como uma das 100 empresas com alto potencial de crescimento

SAIBA MAIS