16 janeiro 2020

Parceria trará seguro agrícola “digital” ao Brasil

Com dados em tempo real, securitização pode ser mais econômica e eficiente tanto para produtores quanto seguradoras

COMPARTILHE:

Foto: Markus Spiske

0

A Farmers Edge e a Fairfax Brasil uniram forças para trazer aos produtores brasileiros um seguro agrícola baseado em dados, inteligência artificial e monitoramento digital.

O acordo reúne a plataforma de gerenciamento de riscos global e seguros premium, com objetivo de acompanhar fatores de risco de maneira mais direta, dinâmica e econômica tanto para os produtores quanto para a seguradora.

Diferentemente dos seguros tradicionais, os dados obtidos em tempo real e decisões com base científica a fim de adequar a cobertura dos seguros às necessidades específicas de cada produtor.

O sistema considera, inclusive, a mudança de riscos durante um ciclo produtivo e as providências tomadas pelo produtor. Desta maneira, teoricamente, a possibilidades de acionar as apólices são menores, o que é bom para as seguradoras, e os custos também, beneficiando produtores.

O monitoramento é feito uma robusta plataforma de Agro 4.0 com estações meteorológicas na fazenda, dispositivos telemáticos, imagens de satélite e um pacote de ferramentas digitais. Além disso, o sistema também usa modelos de estimativa de produtividade de alta precisão e detecção automática de alterações na sanidade das culturas.

“Na Farmers Edge, nossa prioridade é ajudar os produtores a proteger a viabilidade econômica da unidade agrícola. Hoje, apenas cerca de 10% dos produtores no Brasil estão segurados, colocando a maioria das fazendas em risco financeiro”, disse Wade Barnes, CEO da Farmers Edge.

Segundo ele, o sistema conecta os dados de campo e mostram quando as culturas foram plantadas, combinadas e colhidas, ou se houve perda por eventos climáticos.

“A partir disso, ocorre o processamento automatizado de seguros para acelerar indenizações, maior eficiência, sustentabilidade e rentabilidade para os produtores”, acrescentou.

De acordo com o CEO da Fairfax Brasil, o aumento da securatização agrícola no Brasil é uma tendência e, neste contexto, os agricultores buscam modelos mais adequados a suas necessidades.

“Com a expectativa de que os subsídios para seguros cresçam 170% em 2020, os produtores brasileiros estão procurando novos produtos e coberturas. Estamos entusiasmados em oferecer uma plataforma de precisão e gestão de riscos que permitirá produtores e parceiros ter mais sucesso e rentabilidade”, finalizou.

AUTOR:

Daniel Azevedo Duarte

Daniel Azevedo Duarte é editor-chefe do AgEvolution do Canal Rural, Mestre em Jornalismo (UCM/USP), MBA em Agro (FGV) e entusiasta da inovação no agro. Também é professor em Comunicação no Agro na PUC de Campinas e correspondente de publicações internacionais sobre o setor.

Leia Mais:

Choque: agtech capta R$ 29 mi para eletrocutar ervas daninhas

Solução elimina defensivos químicos em aplicações manuais e está sendo adaptada para tratores

SAIBA MAIS

Sinal verde: aceleradora busca startups para inovação com cannabis

The Green Hub tem inscrições abertas para debate, convocatória e rodada de investimento sobre soluções disruptivas para o produto

SAIBA MAIS

Agtech brasileira é convidada ao Fórum Econômico Mundial

Mariana Vasconcelos, fundadora da Agrosmart, participa de dois painéis sobre sustentabilidade em Davos

SAIBA MAIS

Show Rural Digital terá hackathon e investidores anjo

Tradicional evento da Coopavel amplia área destinada à inovação, que contará com 150 expositores, Fórum e outras atrações

SAIBA MAIS