06 setembro 2019

Londrina ganhará hub de inteligência artificial

Iniciativa do sistema Fiep terá cursos de capacitação e programa de aceleração para startups

COMPARTILHE:

londrina

0

A cidade de Londrina ganhará um hub dedicado à busca de soluções em inteligência artificial. Iniciativa do sistema Fiep, o espaço será uma plataforma aberta para que empreendedores estabeleçam conexões com empresas demandantes. E a cidade foi escolhida justamente por conta de seu ecossistema vibrante inclusive para agtechs.

A inauguração oficial será no dia 12 de setembro. “Londrina possui um grande adensamento de capital intelectual, uma concentração de empresas de software e TI e um hub importante do agronegócio”, diz Felipe Couto, gerente do hub de inteligência artificial do Sistema Fiep. A ligação com o agro fica clara com o apoio de empresas como a Agrisolus e a cooperativa Cocamar, de Maringá.

A primeira iniciativa organizada pelo hub é um programa de pós-graduação de profissionais em inteligência artificial, programado para começar no dia 2 de outubro. Foram 500 inscritos e apenas 20 selecionados, entre candidatos com experiência, incluindo mestres e doutorandos, e outros, mais jovens, da área de exatas. Eles terão aulas com professores da região e de instituições espalhadas pelo País. A procura foi tanta que uma nova turma deve ser aberta em fevereiro ou março.

Um programa de aceleração está sendo elaborado em parceria com parceiros corporativos. É um formato parecido com o realizado pelo hub AgTech Garage, de Piracicaba: grandes empresas entram em busca de soluções para dores específicas. As startups e os empreendedores apresentam seus produtos e serviços, e o hub de IA entra como gestor do programa e com a infraestrutura necessária para a validação dessas soluções. O programa deve ser lançado ainda neste ano.

Leia Mais:

Monitoramento por satélite barateia crédito rural

TerraMagna usa IA e Big Data para mitigar riscos de financiamentos com acompanhamento das lavouras em tempo real

SAIBA MAIS

Deputado quer anular Comissão de Agricultura de Precisão e Digital

Motivo seria a ausência de representantes da “agricultura familiar” no órgão

SAIBA MAIS

IBM Food Trust avança como blockchain global para alimentos

Tecnologia reduz desperdício de comida e riscos da produção agrícola por meio de rastreabilidade “imutável”

SAIBA MAIS

AgroUp propõe inovações para soja e milho em Dourados

Design Sprint reuniu 45 participantes que trabalharam desafios como classificação, clima e gestão

SAIBA MAIS