06 setembro 2019

Londrina ganhará hub de inteligência artificial

Iniciativa do sistema Fiep terá cursos de capacitação e programa de aceleração para startups

COMPARTILHE:

londrina

0

A cidade de Londrina ganhará um hub dedicado à busca de soluções em inteligência artificial. Iniciativa do sistema Fiep, o espaço será uma plataforma aberta para que empreendedores estabeleçam conexões com empresas demandantes. E a cidade foi escolhida justamente por conta de seu ecossistema vibrante inclusive para agtechs.

A inauguração oficial será no dia 12 de setembro. “Londrina possui um grande adensamento de capital intelectual, uma concentração de empresas de software e TI e um hub importante do agronegócio”, diz Felipe Couto, gerente do hub de inteligência artificial do Sistema Fiep. A ligação com o agro fica clara com o apoio de empresas como a Agrisolus e a cooperativa Cocamar, de Maringá.

A primeira iniciativa organizada pelo hub é um programa de pós-graduação de profissionais em inteligência artificial, programado para começar no dia 2 de outubro. Foram 500 inscritos e apenas 20 selecionados, entre candidatos com experiência, incluindo mestres e doutorandos, e outros, mais jovens, da área de exatas. Eles terão aulas com professores da região e de instituições espalhadas pelo País. A procura foi tanta que uma nova turma deve ser aberta em fevereiro ou março.

Um programa de aceleração está sendo elaborado em parceria com parceiros corporativos. É um formato parecido com o realizado pelo hub AgTech Garage, de Piracicaba: grandes empresas entram em busca de soluções para dores específicas. As startups e os empreendedores apresentam seus produtos e serviços, e o hub de IA entra como gestor do programa e com a infraestrutura necessária para a validação dessas soluções. O programa deve ser lançado ainda neste ano.

Leia Mais:

Burger King começa a vender o Rebel Whopper

Hambúrguer feito de plantas já está disponível em 75 unidades da rede

SAIBA MAIS

Corrida pela inovação no Oeste Baiano

Numa maratona de 54h de imersão para construir projetos e pensar diferente, o que se viu na dinâmica em LEM foi uma busca frenética em atender demandas e gargalos do setor.

SAIBA MAIS

Agtechs e food techs entre as 25 melhores startups segundo o LinkedIn

Fintechs dominam o ranking, mas há empresas do agro em destaque na lista Top Startups

SAIBA MAIS

L’Oréal e Sebrae buscam startups com soluções para matérias-primas

Programa de aceleração prevê investimentos de até R$ 150 mil

SAIBA MAIS