15 maio 2019

Estudo global aponta São Paulo como importante polo de inovação

Relatório indica ainda crescimento dos investimentos no setor agtech e food tech

COMPARTILHE:

brazil-1842205_1920

0

A cidade de São Paulo foi incluída em um ranking mundial como uma cidade promissora para startups. O estudo, Global Startup Ecosystem Report 2019, é realizado anualmente pela Startup Genome a partir de informações coletadas com seus 300 parceiros, que incluem nomes como a plataforma Crunchbase, uma das principais bases de dados sobre inovação. No Brasil, o Cubo e a ABStartups ajudaram na realização.

Embora a capital paulista não tenha figurado no Top 30 Global, ela aparece entre as 10 melhores no desenvolvimento de fintechs e entre as 30 com talentos mais acessíveis. Com um ecossistema avaliado em US$ 5 bilhões, a cidade é indicada para o estabelecimento de startups por conta de suas universidades de grande prestígio e pela baixa carga tarifária em comparação com outros locais.

O ranking mundial é liderado pelos Estados Unidos, cujas cidades ocupam 12 posições das 30 primeiras. O Vale do Silício, obviamente, aparece na primeira posição, seguido por Nova York, Londres, Beijing e Chicago. São Paulo, assim como Lagos, na Nigéria, e Jacarta, na Indonésia, são mencionadas pelo potencial de ocupar uma classificação importante em breve.

Um dado importante para o agronegócio que o relatório aponta é o crescimento rápido do setor de agtech e food tech. Nos últimos cinco anos os investimentos em empresas em estágio inicial subiram 88,8%. O número é impactante e perde apenas para robótica e blockchain.

Os critérios levados em conta para elaborar o ranking são: performance, investimentos, pesquisa de mercado, conectividade, talento, experiência e conhecimento. O estudo completo pode ser baixado, em PDF, neste link.

Leia Mais:

Burger King começa a vender o Rebel Whopper

Hambúrguer feito de plantas já está disponível em 75 unidades da rede

SAIBA MAIS

Corrida pela inovação no Oeste Baiano

Numa maratona de 54h de imersão para construir projetos e pensar diferente, o que se viu na dinâmica em LEM foi uma busca frenética em atender demandas e gargalos do setor.

SAIBA MAIS

Agtechs e food techs entre as 25 melhores startups segundo o LinkedIn

Fintechs dominam o ranking, mas há empresas do agro em destaque na lista Top Startups

SAIBA MAIS

L’Oréal e Sebrae buscam startups com soluções para matérias-primas

Programa de aceleração prevê investimentos de até R$ 150 mil

SAIBA MAIS