04 setembro 2019

Cargill investe US$ 75 milhões em fabricante de proteína de ervilha

A canadense Puris é a principal fornecedora da food tech Beyond Meat

COMPARTILHE:

rebecca-orlov-orlov-design-co-7qcAAlLjQ3E-unsplash

0

A Cargill, uma das maiores empresas de processamento de alimentos do mundo, está de olho no mercado de proteínas alternativas. A companhia anunciou um investimento de US$ 75 milhões na Puris, responsável pela produção de proteína de ervilha, ingrediente mais importante das receitas da Beyond Meat. Em 2018, a Cargill já havia investido outros US$ 25 milhões na Puris.

Com os recursos, a empresa espera dobrar a produção de sua central de processamento em Dawson, no estado de Minnesota. Atualmente, a Puris produz a proteína a partir de ervilhas orgânicas e não transgênicas cultivadas por uma rede de mais de 400 produtores do meio-oeste americano. Além da central em Minnesota, eles têm fábricas em Wisconsin e Iowa. O aporte deve criar pelo menos 90 novos empregos.

A Beyond Meat já afirmou em outras ocasiões que se preocupa com uma eventual falta de insumos, já que a demanda pelas proteínas alternativas não pára de crescer. O investimento da Cargill vai ajudar a aliviar o problema da food tech. Ao mesmo tempo, mostra um interesse da gigante do agro na agricultura regenerativa, já que o cultivo de ervilhas oferece uma proteção ao solo contra a erosão.

A Cargill também fechou uma parceria com a White Dog Lab para ter acesso à ProTyton, uma proteína unicelular produzida a partir da fermentação no milho e destinada à alimentação de peixes e camarões. De acordo com os testes realizados, a ProTyton garante uma boa fonte de proteína aos animais ao mesmo tempo em que é uma opção mais sustentável e com preço interesse aos piscicultores.

Leia Mais:

Monitoramento por satélite barateia crédito rural

TerraMagna usa IA e Big Data para mitigar riscos de financiamentos com acompanhamento das lavouras em tempo real

SAIBA MAIS

Deputado quer anular Comissão de Agricultura de Precisão e Digital

Motivo seria a ausência de representantes da “agricultura familiar” no órgão

SAIBA MAIS

IBM Food Trust avança como blockchain global para alimentos

Tecnologia reduz desperdício de comida e riscos da produção agrícola por meio de rastreabilidade “imutável”

SAIBA MAIS

AgroUp propõe inovações para soja e milho em Dourados

Design Sprint reuniu 45 participantes que trabalharam desafios como classificação, clima e gestão

SAIBA MAIS