Skip to content

23 janeiro 2020

Sinal verde: aceleradora busca startups para inovação com cannabis

The Green Hub tem inscrições abertas para debate, convocatória e rodada de investimento sobre soluções disruptivas para o produto

COMPARTILHE:

Foto: Washarapol D BinYo Jundang

0

A The Green Hub, aceleradora brasileira com foco específico em cannabis, anunciou três eventos, no espaço CIVI-CO, em São Paulo, para startups interessadas em desenvolver ideias e soluções inovadoras com o produto.

O Cannabis Thinking, em 7 de março, será um dia reservado para troca de ideias com especialistas no assunto e focar no desenvolvimento de projetos criativos. As inscrições já estão abertas aqui.

O período da manhã será dedicado ao debate com figuras como o ex-presidente da República, Fernando Henrique Cardoso; a presidente do Instituto Humanitas360, Patrícia Vilela; o renomado cientista Stevens Rehen; e o sócio-fundador e diretor de negócios da The Green Hub, Marcelo De Vita Grecco.

Já a tarde será reservada para atividade imersiva, com objetivo em facilitar processos de inovação no desenvolvimento de novos negócios. O dia termina com apresentação dos resultados dos grupos em formato pitch.

“Desse evento podem surgir ideias absolutamente inovadoras e que também poderão interessar ao mercado investidor”, diz Alex Lucena, head de inovação da The Green Hub.

O segundo evento Chamada às Startups tem inscrições abertas de janeiro a março (aqui). Os projetos de maior destaque serão apresentados para um grupo formado por investidores, apoiadores e convidados em um Demo Day, que é o terceiro evento no dia 10 de março.

Com exceção do uso recreativo da Cannabis, a convocatória aceita projetos de todas as demais áreas (gestão de dados de saúde, equipamentos e dispositivos, Digital Health, genética, educação, logística, extração, cultivo e comunicação).

Terão preferência soluções inovadoras voltadas ao setor medicinal, em conformidade com a atual regulamentação vigente no País, não perdendo de vista, as possibilidades nutricionais e industriais que derivam principalmente do Hemp.

“Queremos atrair pessoas talentosas e empresas engajadas nas diferentes esferas do ecossistema mundial da Cannabis medicinal, atuando como intermediadores de negócios e auxiliando no processo de regulamentação do setor no Brasil e na América Latina”, afirma Grecco.

Mercado

Novas oportunidades na economia se abrem com a evolução da liberação da venda de medicamentos à base de Cannabis no Brasil. Nesta semana, por exemplo, a Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária) simplificou a compra de medicamentos com canabidiol.

A perspectiva desse setor é movimentar o equivalente a R$ 4,7 bilhões no País e beneficiar mais de 3,4 milhões de pacientes em três anos, com um cenário e regulamentação mais abrangentes, que ainda não é uma realidade hoje.

AUTOR:

Daniel Azevedo Duarte

Daniel Azevedo Duarte é editor-chefe do AgEvolution do Canal Rural, Mestre em Jornalismo (UCM/USP), MBA em Agro (FGV) e entusiasta da inovação no agro. Também é professor em Comunicação no Agro na PUC de Campinas e correspondente de publicações internacionais sobre o setor.

Leia Mais:

cumprimento mãos aperto de mão

“Pontes para Inovação” reúne 20 agtechs finalistas em Piracicaba

Nove das startups finalistas foram vencedoras de desafios de inovação de centros da Embrapa, como o Ideas for Milk, Techstart ou InovaPork

SAIBA MAIS
hub rio verde agtechs reunião

Orchestra, hub de Rio Verde (GO), abre programa de aceleração

Agtechs receberão mentorias, acesso a produtores e indústrias e aportes de até 200 mil reais

SAIBA MAIS
fenasucro canathon

Fenasucro promove hackathon para bioenergia

Tradicional feira do setor promove maratona de desenvolvimento com seleção internacional de participantes

SAIBA MAIS
pessoas auditório olhando

Agtech brasileira participa de Fórum Mundial de Investidores Anjos

Air Drop foi eleita pelo comitê de investimento internacional como uma das 100 empresas com alto potencial de crescimento

SAIBA MAIS